O que é e como fazer um Brand Key

Atualizado: 19 de set. de 2021




Funciona como um mapa a partir do qual, de baixo para cima, você vai preenchendo as características da marca que quer criar.


  1. Raízes: os atributos básicos e valores sobre os quais a marca quer ser construída ou conhecida.

  2. Ambiente competitivo: as opções disponíveis para o público-alvo dentro daquele mercado. Os concorrentes diretos e indiretos.

  3. Alvo: a persona que está sendo mirada pela marca, ou seja, a pessoa que seja a representante ideal dentro do nicho de mercado escolhido.

  4. Insight: as necessidades conhecidas e comuns das pessoas que compõem aquele nicho de mercado.

  5. Benefícios: benefícios funcionais e emocionais que ajudem os consumidores a resolverem seus problemas ou a melhorarem sua situação. As razões para as pessoas “consumirem” o seu produto ou serviço, para acompanharem o seu projeto.

  6. Valores, crenças e personalidade: as causas pelas quais a marca luta, as coisas nas quais ela acredita, a sua personalidade.

  7. Razões para acreditar: a prova de que a marca entrega o que promete, de que os benefícios são verdadeiros e críveis. Argumentos que justifiquem porque o seu projeto é a melhor escolha do seu nicho de mercado.

  8. Fator único de diferenciação: este é o ponto sobre o qual estamos falando durante todo este artigo. A característica única que diferencia o seu projeto dos demais.

  9. Essência: a descrição do DNA da marca em um único e simples pensamento.

Como fazer

Não se preocupe se você não souber tudo o que o mapa pede, ou se alguns dos itens parecerem muito iguais.

Preencha o máximo que você puder da maneira que achar mais adequado para esta etapa inicial.

O seu posicionamento de mercado evoluirá ao longo do tempo e você terá sempre que ajustar e melhorar.



Sucesso! E até a prôxima.


196 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo