Neurônios e o sucesso nos relacionamentos

Atualizado: 25 de abr.


Nossos comportamentos podem determinar o sucesso ou o insucesso nos nossos relacionamentos?


Até que ponto os comportamentos que nós adotamos ou que o nosso parceiro ou o parceiro adota, pode ser determinante pro sucesso de um relacionamento?


Nos Estados Unidos um casal de pesquisadores da Universidade de Washington que desenvolveu um método chamado de método Gotman.


Esse método ele teria capacidade de predizer a taxa de divórcio em até noventa e quatro por cento apenas observando as características das interações entre os casais. a partir de todos esses estudos eles determinaram 4 componentes ou quatro tipos de comportamento dentro de uma relação que são cruciais pra determinar se a relação vai ser bem sucedida ou não.


Quando eles são executados pelo parceiro ou parceira ou são executados por nós em relação ao parceiro ou parceira eles teriam a capacidade de mexer com a regulação do sistema nervoso autônomo de ambos. De ambas as pessoas que estão se relacionando. E com isso induzir respostas que não são desejáveis pro sucesso do relacionamento.


O primeiro desses componentes diz respeito a crítica. Criticar excessivamente o seu parceiro ou parceira e aí pode ser uma crítica muito clara e direta, repetida ou pode ser uma crítica mais sutil né? Que se repete continuamente. Se a pessoa tem um pouco mais de sensibilidade ou tem uma percepção mais aguçada as sensações que são provocadas pela repetida, mesmo que seja uma crítica sutil, elas vão chegar até íntima e vão te fará algum tipo de resposta. Então, primeiro é a crítica.


O segundo diz respeito à defensividade. Que ocorre quando ou o seu parceiro ou parceira não consegue argumentar numa discussão de uma forma mais respeitosa e tenta se defender atacando


O terceiro diz respeito ao bloqueio e o bloqueio acontece todas as vezes em que uma das partes na discussão decide que não vale mais a pena argumentar e simplesmente se tira fisicamente ou emocionalmente da conversa.


E por fim o quarto componente que seria o mais determinante pro insucesso de uma relação seria o desprezo. Quando você ou o seu parceiro se coloca numa posição de superioridade e com isso despreza a outra parte.


A boa notícia e que esses comportamentos eles podem ser modificados. E você pode usar o córtex, seu córtex pré-frontal, pra racionalizar mais e tomar melhores decisões no seu relacionamento. Ou seja, você pode sair daquele modo automático de se de se relacionar e melhorar. vai exigir um certo treino, uma certa repetição, mas com o tempo e dedicação isso vai mudar, vai induzir uma mudança, uma neuroplasticidade que vai ser positiva. Agora, também se a ideia é terminar com relacionamento, dá pra seguir esses passos também que funciona.



Fonte:

Instagram DiaDeNeuro


Gottman, J. M., Coan, J., Carrere, S., & Swanson, C. (1998). Predicting Marital Happiness and Stability from Newlywed Interactions. Journal of Marriage and Family, 60(1), 5–22. https://doi.org/10.2307/353438


Gottman Institute: https://www.gottman.com/about/research/

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo