Posted by Dayane Iglesias |

A prática de spam é uma séria ameaça à credibilidade da sua marca, além de afetar diretamente e de forma negativa os resultados das suas campanhas de e-mail marketing.
O sucesso da sua estratégia digital é reflexo direto das práticas utilizadas pelos profissionais que apostam no meio que mais gera ROI (retorno sobre investimento). Sem os devidos cuidados, uma mensagem pode ser facilmente reportada como spam. Neste post, vamos mostrar o que você deve fazer para garantir que suas campanhas cheguem até o destino final: a Caixa de Entrada.

Envie e-mails apenas para quem se inscreveu na sua lista

Esta regra vale ouro. É o primeiro pensamento que você deve ter em mente antes de enviar uma campanha de e-mail marketing. Evite listas de contatos prontas, vendidas por determinadas empresas ou até mesmo disponíveis na internet.
Conheça o público-alvo que você quer atingir e monte a sua própria base através de formulários de cadastro em seu site ou por meio de ofertas em troca de dados (downloads, promoções...) ou até mesmo para que os visitantes de seu site recebam notícias atualizadas sobre sua empresa, produtos e serviços. Peça permissão antes do envio. Use sempre o opt-in, ou melhor, invista nodouble opt-in. Para evitar e-mails inválidos, solicite ao seu futuro contato que confirme a inscrição.

Mantenha uma higienização regular de contatos

De tempos em tempos, promova uma limpeza da sua base de contatos. Revise eventuais endereços de e-mail inválidos ou com erros de grafia. Analise as métricas e veja quem interagiu com suas campanhas, quem não demonstrou interesse.
Remova da sua lista os contatos inativos ou transfira-os para uma ação posterior de recuperação.

Planeje a frequência de envios das campanhas

Por mais tentador que possa parecer à primeira vista, não deixe o Inbox de seus destinatários lotado. Lembre-se daquela velha máxima de que “menos é mais”. A partir daí, pense em uma frequência de envios que não sature, nem aborreça quem irá receber.
Seu objetivo é agradar e conquistar a atenção do leitor. Por isso, saiba dosar a quantidade de e-mails.

Acrescente em todas as campanhas a opção de opt-out


Se você quer manter um contato na sua lista com base na permissão, dê a ele a opção de livre-arbítrio. Ao final de sua campanha, acrescente o opt-out para que ele possa se descadastrar se quiser. Respeite a solicitação de cancelamento e conceda o quanto antes.
Ofereça também informações de contato. Isso aumenta o grau de confiança na sua empresa e ainda deixa à disposição uma forma de contatá-lo para o caso de dúvidas, por exemplo.

Mostre relevância já na linha de assunto

Não faça rodeios, nem promessas. Vá direto ao ponto. Revele no título por que aquele leitor está recebendo sua campanha e aproveite também para despertar a curiosidade através de chamadas atraentes e, o item principal, condizente aos interesses dele.
Aplique estas técnicas e aumente a taxa de entregabilidade, anulando as chances de classificação como spam. Demore o tempo que for para tornar cada e-mail o melhor.

Equilibre texto, códigos e imagens no HTML

Como mostramos neste post, o equilíbrio é essencial para que seu e-mail marketing alcance a Caixa de Entrada de forma adequada, seguindo as regras do mercado de relacionamento digital. Deixe o HTML puro e simples, e evite CSS em arquivos externos. Invista em um template leve e aposte no CSS Inline (incorporado no HTML) para qualquer novo parágrafo, tags, links, cor de fundo e cor de fonte, entre outros.
Insira Alt Tags (descrições) em cada imagem de sua campanha. Se o provedor de e-mail não carregá-la, ao menos seus leitores saberão do que se trata. Mapeie e insira hiperlinks.

Use uma plataforma de envio de e-mail marketing

Através de uma ferramenta própria para disparar campanhas, você tem o controle de todas as ações, desde o envio até os relatórios com as interações (taxas de aberturas, cliques e conversões) que seu e-mail provocou em seus leitores.
Você também consegue segmentar seus contatos de acordo com as preferências de cada um, integrar contas em redes sociais, acompanhar as estatísticas do Google Analytics, preparar e-mails automáticos, avaliar o ROI, além de contar com um IP Dedicado que lhe concede o direito exclusivo de fazer seus envios através dele. Isso contribui para uma boa reputação.
Entretanto, nem todos os serviços citados acima estão disponíveis em todas as ferramentas de e-mail marketing, como aparecem no emailmanager, por exemplo.
Em suma, o marketing por e-mail é uma estratégia altamente recomendada para aumentar a fidelidade de seus clientes, desde que você retribua sem recorrer ao spam e sempre oferecendo conteúdo relevante, de qualidade e, principalmente, de interesse do seu leitor.
Na próxima semana, vamos apresentar um complemento para este post através de um manual de boas práticas, que será muito útil toda vez que você enviar uma campanha de e-mail marketing. Não perca!