Posted by Dayane Iglesias |

Thiago Monsores (esq.) e seu pai, David Portes, ex-camelô que virou palestrante

  • Thiago Monsores (esq.) e seu pai, David Portes, ex-camelô que virou palestrante
O tino para os negócios está no sangue. Filho de David Portes, ex-camelô que virou palestrante, Thiago Monsores, 27, é um empreendedor serial. Já abriu de restaurante a aceleradora de start-ups. No ano passado, entrou no ranking da revista Forbes dos 30 brasileiros mais influentes com menos de 30 anos. Sua mais recente aposta é uma agência de publicidade para pequenas empresas, a Adpop.
"Aprendi com o meu pai a me comunicar bem desde criança e a observar as oportunidades." Monsores diz que sempre gostou da área de comunicação e marketing, mas seu primeiro negócio foi um restaurante. "Quando eu percebi que não era o que eu queria, vendi o estabelecimento e resolvi ir atrás do que realmente me motivava." O negócio foi repassado por R$ 1,2 milhão.
Com o dinheiro, ele criou a D!Marketing, que faturou R$ 5 milhões no ano passado criando estratégias de marketing para grandes empresas. Apaixonado por negócios de tecnologia, fundou ainda a Investcomm, uma aceleradora que investe na criação de start-ups.
Recentemente, lançou a Adpop, junto com seu pai. A agência oferece soluções de publicidade e identidade visual para pequenas empresas e atua na capacitação de empreendedores no comércio eletrônico. "A empresa que não está na internet não se comunica com o mundo. Há espaço para todas e elas precisam aprender a explorar todo o potencial da rede. "
A seguir, veja as dicas dele para que pequenas empresas marquem presença na internet e vendam mais:

1. Atue nas redes sociais
Impulso Digital

As redes sociais são essenciais para o negócio alavancar, inclusive as micro e pequenas empresas, segundo Monsores. Ele diz que, dependendo do público, do produto ou serviço, é interessante estar presente no Facebook, Instagram, LinkedIn. Segundo ele, esses canais podem ser usados para oferecer informações sobre os produtos, dar dicas de como usá-los e divulgar ações promocionais. 

2. Ofereça conteúdo relevante
Shutterstock

Nas redes sociais, criar relacionamento com seu público é importante. Para manter o interesse do público, uma boa estratégia, segundo Monsores, é oferecer conteúdo relevante. "Se você deseja vender itens de pet shop, por exemplo, pode levar um conteúdo específico para o seu público-alvo e cativá-lo, como dicas de saúde para um cachorro, qual a melhor ração para o seu tipo de raça etc."

3. Forme opinião
Stock Photo

De acordo com Monsores, uma das armas para ter êxito na internet é conquistar a opinião pública. Uma forma de alcançar o público é descobrir quem são as pessoas que influenciam opiniões na internet e tentar buscar parcerias. "É comum que as empresas enviem seus produtos para blogueiros para eles conhecer e divulgá-los."

4. Mantenha suas plataformas atualizadas
Arte/UOL

Segundo Monsores, é importante acompanhar a tecnologia e manter as plataformas atualizadas. Atualmente, o site da empresa precisa ser responsivo, ou seja, que permite o acesso pelo computador, tablet ou smartphone, sem comprometer o layout, afirma. "Cada vez mais as pessoas estão acessando a internet pelo celular. Por isso, é preciso ter tecnologia para atender a todos eles." 

5. Otimize as buscas
Shutterstock

Quanto mais você colocar palavras-chaves que facilitem o acesso ao seu site, mais visibilidade você ganhará no Google e mais visitas o seu site vai receber, segundo Monsores. "Se você tem um pet shop, por exemplo, coloque os nomes das rações que comercializa e a sua localização. Quando o consumidor for procurar o produto e o local mais próximo, o seu site aparecerá na pesquisa dele", afirma.

6. Faça promoções
Getty images

Oferecer cupons de descontos ajuda a fidelizar os clientes na rede, segundo Monsores. "Uma ideia é desenvolver ações do tipo: 'os 100 primeiros clientes que comprarem tal produto ganham desconto ao adquirir o segundo ou os 100 primeiros clientes que comprarem tal produto ganham um cupom de desconto para pagar menos'", afirma.

7. Controle seu estoque
Shutterstock

Segundo Monsores, a parte operacional precisa estar em dia no e-commerce. "O empresário deve escolher um software que faça um controle bastante preciso do que há disponível para vender. Qualquer erro pode deixar o cliente insatisfeito e abalar o negócio", diz. Deixar de vender por não saber se possui o produto ou fechar a venda sem ter o item em estoque são exemplos. 
Fonte: http://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2015/10/19/listado-na-forbes-filho-de-ex-camelo-da-dicas-para-vender-mais-na-internet.htm