Posted by Dayane Iglesias |
A consultoria Deloitte divulgou um recente estudo sobre o comportamento de consumidores, mesclando dados em ambientes físicos e digitais. Um dos insights resultantes da pesquisa foi o alerta de que muitas empresas avaliam o e-commerce somente pelo volume de vendas, quando deveriam dar atenção aos consumidores e suas pesquisas antes da compra.
consumidores digitais

O argumento é justificado pelo crescente número de pessoas que pesquisam produtos pelo smartphone dentro de lojas. Outro dado importante do estudo é que consumidores que compram em lojas virtuais costumam gastar até 40% a mais dos que não utilizam a internet para este fim.
A pesquisa apontou que em 2012, apenas 5% dos consumidores utilizavam celulares para consultar produtos e preços dentro das lojas e isso tinham impacto em US$ 159 bilhões em vendas. No ano seguinte, o número passou para 19% dos consumidores, gerando US$ 593 bi.
O estudo apontou que 84% dos compradores utilizam algum aparelho antes de realizar uma compra. Ao aprofundar os estudos nesse perfil, foi constatado que esses usuários comprar 40% mais aqueles que não acessam a internet durante a compra. Aqueles que pesquisam preço e outras informações durante a compra gastam em média 22% mais que consumidores off-line.
Outro dado importante, principalmente para agências e profissionais de marketing e publicidade, é que 75% das pessoas que responderam à pesquisa afirmaram que as redes sociais influenciam a lealdade a marcas e estabelecimentos comerciais.
A consultora apresentou algumas conclusões dos estudos a respeito de estratégias para as empresas tomarem no ambiente digital. Segundo a Deloitte, é preciso dar aos clientes experiências consistentes no trânsito entre físico e digital, e criar funcionalidades específicas para o digital aliadas às mídias sociais.
Como boa parte das vendas ainda acontecem nas lojas físicas, é importante que o conteúdo digital seja mais que uma loja online, dando aos usuários experiências que somente esse meio possam proporcionar.