Posted by Dayane Iglesias |

Destaque foi o setor de bens não duráveis, que apresentou alta de 13,2%

O varejo fechou o ano de 2010 com um crescimento de 7,5% nas vendas reais, em relação a 2009, segundo o Índice Antecedente de Vendas, realizado pelo Instituto de Desenvolvimento para o Varejo com seus associados. Somente em dezembro houve alta de 9,5%, comparado ao mesmo mês do ano anterior. A projeção de crescimento real de vendas para o primeiro trimestre de 2011 é de 9,2%.
O setor de bens não duráveis (supermercados, farmácias, perfumaria, alimentação fora do lar) foi o destaque da pesquisa e registrou alta de 13,2% em dezembro de 2010, enquanto o varejo de bens duráveis (móveis, eletrodomésticos, material de construção) cresceu 9,2%. Para janeiro, é esperado um aumento de 10,2%. O segmento de bens semi-duráveis (calçados, vestuário, livrarias e artigos esportivos) também apresentou crescimento no período, com uma expansão de 8,2%.

Fonte: Cláudio Martins, do Mundo do Marketing | 31/01/2011