Posted by Dayane Iglesias |
É muito importante dentro do mercado publicitário saber as peculiaridades de seu consumidor, qual é sua língua. Como é sua vida e o que faz usualmente, está é a melhor maneira de atingi-lo quando se trata de marketing e propaganda. 

O que mostro aqui no blog hoje é o resultado da super pesquisa Retratos do Varejo, que acontece todos os anos, é realizada pela 
Nielsen, GfK e Kantar Worldpanel, e foi divulgada no último dia 10 de maio na  26ª edição do Congresso de Gestão e Feira Internacional de Negócios em Supercados. Segundo a APAS, a pesquisa abordou 8.200 lares de todo o Brasil e 73 executivos do setor.

O varejo é uma das áreas que considero mais fascinante em virtude das suas inúmeras particularidades. É uma área pra lá de difícil, onde cada fração de market-share é uma vitória e cada por cento de crescimento conta. Pra isso, requer muito estudo em comportamento do consumidor, e o que temos aqui são dados reveladores do brasileiro no supermercado. Preste atenção, são dados importantes e curiosos:
1.   41% dos consumidores de classe C fazem compras de carro.
2.   31% dos consumidores de classe C têm cartão de crédito ou de loja.
3.   A maioria dos consumidores de classe C compra mais no início do mês.
4.   82% dos consumidores de classe AB fazem compras de carro.
5.   71% de seus gastos são direcionados ao autosserviço.
6.   Consumidores de classe AB e C reaproveitam alimentos em igual proporção, assim como apresentam uma
diferença de apenas 1% no controle do consumo de água.
7.   65% dos consumidores da classe DE fazem compras a pé.
8.   48% dos gastos da classe DE são destinados ao autosserviço.
9.   Consumidores brancos compram mais nas quartas-feiras.
10.   Consumidores brancos são responsáveis pelos maiores gastos em hipermercados e supermercados.
11.   Consumidores negros e pardos compram mais aos domingos.
12.   21% dos gastos de outras etnias são em canais alternativos como venda porta-a-porta, farmácias, drogarias e atacadistas.
13.   Outras etnias compram mais aos sábados.
14.   23% das pessoas que moram sozinhas e dos casais sem filhos praticam exercícios físicos. 10% a mais do que casais com crianças pequenas.
15.   31% das pessoas que moram sozinhas ou de casais sem filhos procuram alimentos com baixo teor de gordura, contra 15% dos casais que moram com filhos pequenos.
16.   Casais com crianças pequenas têm uma taxa de separação de lixo para reciclagem 15% menor do que pessoas que moram sozinhas ou casais sem filhos.
17.   Pessoas que moram sozinhas ou casais sem filhos possuem um tíquete médio menor, mas gastam mais em grandes lojas, concentrando suas compras no início do mês.
18.   Casais com crianças pequenas compram mais nas segundas-feiras.
19.   Casais com crianças pequenas fazem mais visitas ao ponto-de-venda.
20.   63% dos gastos de lares com crianças pequenas são voltados ao autosserviço.
21.   Casais com crianças pequenas concentram-se mais na classe C.
22.   Pessoas que moram sozinhas ou casais sem crianças preocupam-se mais com a conservação e o reaproveitamento dos alimentos, preservação do meio ambiente, controle de consumo de água. Além disso, também verificam mais a lista de calorias dos alimentos.
23.   Casais com crianças pequenas, por sua vez, preocupam-se mais em fazer e seguir listas de compras.
24.   Em 2006, 74% dos consumidores estavam satisfeitos com a limpeza do local de compra. Em 2009, essa taxa caiu para 67%.
25.   Entre 2006 e 2009, a satisfação com a qualidade e o frescor de carnes e aves nos locais de compra caiu 7%.
26.   Houve um aumento de 5% no incômodo dos consumidores com a demora do atendimento no caixa de 2006 para cá.
27.   12% dos consumidores acham importante ter produtos gourmet à venda, mas apenas 3% estão satisfeitos com os produtos gourmet.
28.   42% dos consumidores acham importante ter vagas especiais para idosos, mas apenas 7% estão satisfeitos com as vagas.
29.   Ter seção de produtos para dietas especiais  (diabetes, celíacos, etc) é importante para 34% dos consumidores, mas apenas 6% estão satisfeitos com os produtos.
30.   A maioria dos consumidores de varejo continuam insatisfeitos com fatores básicos como limpeza e organização da loja, rapidez no caixa, etc. O que demonstra seu amadurecimento e o crescente nível de exigência.

Muitos dados? Pois saiba que quanto maior o numero de coisas se sabe melhor, é mais fácil atingir um alvo quando se sabe tudo sobre ele.


Fonte: PortalExame