Posted by Dayane Iglesias |



fonte: Jornal Metro
Posted by Dayane Iglesias |
Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, "foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ele vai melhorar”.
Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar, faça um escândalo.
Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.
Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-deus.
Nunca deixe um homem definir quem você é.
Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate. Todos os homens NÃO são ruins.
Você não deve ser a única a fazer tudo…compromisso é uma via de mão dupla.
Você precisa de tempo para se cuidar... sempre
Não há nada precioso quanto viajar. 

Veja as suas questões, erros e acertos antes de um novo relacionamento.
Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.
Uma relação consiste de dois indivíduos completos.
Namorar é bacana. mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele, ele se acha…
Nunca seja cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem.
Repense suas escolhas.
O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas.


Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma pessoa maravilhosa. Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não será o único. 


Tem um monte para te olhar e se encantar, então você tem várias opções.


Faça a escolha certa!

Fonte: Oprah Winfrey
Posted by Dayane Iglesias |
Aqui está uma bela fonte de consulta para a elaboração de planejamentos estratégicos: O Observador 2010 – estudo desenvolvido em parceria com a Ipsos-Public Affairs que tem por objetivo monitorar e entender os hábitos de consumo dos brasileiros.
O Barômetro, caderno principal do estudo, apresenta a “radiografia” do consumidor em 2009 e tendências para 2010, bem como a evolução em relação aos outros 4 anos passados.
Apoiado em seu histórico de 5 anos no país, o relatório nos permite uma reflexão consistente de grandes mudanças que ocorreram e irão auxiliar o varejo brasileiro a traçar suas estratégias de negócio, entendendo melhor o consumidor e as tendências que influenciarão seu comportamento.
O objetivo do Observador Cetelem Brasil é contribuir com a sociedade e com o desenvolvimento do varejo, com um melhor entendimento do consumidor brasileiro.
Fonte: http://www.cetelem.com.br/portal/Sobre_Cetelem/Observador.shtml
Clique aqui para fazer o download em PDF do Barômetro, caderno principal do estudo Observador 2010.
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Este post eu dedico a todos os meus amigos e amigas :D

Posted by Dayane Iglesias |


Fonte: Jornal Metro

Posted by Dayane Iglesias |

Pesquisa feita em 35 países revelou que Sadia é a mais lembrada no Brasil


Estudo foi realizado em 35 países e levou em consideração 1800 empresasO Google e a Sony foram eleitas as marcas com melhor reputação em todo o mundo. A pesquisa foi realizada pelo Reputation Institute, que revelou o resultado hoje, 21 de maio, durante a 14th International Conference on Corporate Reputation, brand, identity and competitiveness
O estudo foi realizado em 35 países e levou em consideração 1800 empresas. No Brasil, a marca mais lembrada por sua boa reputação foi a Sadia. Na Itália a Ferrari; na Alemanha a Luftansa; no Chile a Lan e nos Estados Unidos, a Jonhson & Jonhson. Gigantes como a Coca-Cola, Mc Donalds, L’Oréal e Petrobras também apareceram entre as mais citadas. A lista com as dez melhores posições, porém, não contou com nenhuma delas e teve empate na disputa pelo primeiro lugar do Google e da Sony.


Conheça as dez empresas com melhor reputação no mundo:

1 e 2. Google e Sony
3. The Walt Disney Company 
4. BMW
5. Daimler 
6. Apple
7. Nokia
8. Ikea (varejista suéca)
9. Volkswagen
10. Intel



Fonte: http://portalexame.abril.com.br/
Posted by Dayane Iglesias |
Eu não desisto assim tão fácil, meu amor, das coisas que eu quero fazer e ainda não fiz. Na vida tudo tem seu preço, seu valor, e eu só quero dessa vida é ser feliz".(Fábio Jr.)
Posted by Dayane Iglesias |
BRASIL tem quase 170 milhões de celulares – 80% pré-pagos.
Quase 5 milhões dos celulares são com 3G.
Até junho, cobertura 3G chegava a 11,3% dos municípios e 62% da população.
A cada cem habitantes, dois têm Banda Larga no celular. Média Mundial é de cinco pessoas.
Em dois anos, os acessos móveis vão ultrapassar os fixos.
Crescimento será de mais de 70% até 2014, quando chegará a mais de 60 milhões de acessos.
Preço médio de aparelho com 3G no país é de R$ 1,5 mil.
Pacote de 500 megabites por mês custa em média R$ 76 no Brasil, acima do Chile (R$58,5), do México (R$56,1) e da Argentina (R$ 35,4).
Venda de celulares comuns caiu 6% no segundo trimestre, enquanto a de smartphonesaumentou 27%.
Na América Latina devem ser vendidos 7 milhões de smartphones em 2009 e 48 milhões em 2014.
Fonte: B2B magazine – out/09
Posted by Dayane Iglesias |




Posted by Dayane Iglesias |
Um resumo dos principais dados referente a internet no ano passado:
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Depois de muitas quedas, eu descobri que às vezes, quando tudo da errado acontecem coisas tão maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo.
Eu percebi que quando me amei de verdade pude compreender que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa. 
Então pude relaxar. Pude perceber que o sofrimento emocional é um sinal de que estou indo contra a minha verdade. 
Parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. 
Comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma coisa ou alguém que ainda não está preparado, inclusive eu mesmo. Comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável. Isso quer dizer: pessoas, tarefas, crenças e qualquer coisa que me pusesse pra baixo.... 
Minha razão chamou isso de egoísmo. Mas hoje eu sei que é AMOR-PRÓPRIO. Quando me amei de verdade deixei de temer meu tempo livre e desisti de fazer planos. Hoje faço o que acho certo e no meu próprio ritmo. Como isso é bom! Desisti de querer ter sempre razão, e com isso errei muito menos vezes. Desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Isso me mantém no presente, que é onde a vida acontece. Descobri que na vida a gente tem mais é que se jogar, porque os tombos são inevitáveis e a hora que a gente levanta ninguém segura. Percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar, mas quando eu a coloco a serviço do meu coração ela se torna uma grande e valiosa aliada. Também percebi que sem amor, sem carinho e sem verdadeiros amigos a vida é vazia e se torna amarga. 
Hoje eu só tenho encontro marcado com aquilo que me interessa.
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá a falência. 
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. 
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história... É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um” não “. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta"
(Mário Quintana)

Posted by Dayane Iglesias |
1 - Não ter permissão dos contatos para enviar mensagens
2 - Enviar mensagens de boas-vindas sem relevância
3 - Não trabalhar com mensagens personalizadas
4 - Fazer uma segmentação deficiente
5 - Não proporcionar interatividade
6 - Construir a mensagem com conteúdo e design deficientes
7 - Não otimizar o uso de imagens

8 - Usar sempre o mesmo formato e posicionamento para anúncios
9 - Decidir a freqüência de envio aleatoriamente
10 - Não mensurar os resultados de cada ação


Fonte: Virtual Target
Posted by Dayane Iglesias |
Escolher o melhor horário para enviar e-mail marketing exige atenção à rotina do público alvo e seu comportamento como leitor de e-mails. 

Existem estudos que revelam a quarta-feira*, não importa o horário, como o melhor dia para envio de e-mail marketing. Porém, como toda regra tem uma exceção, acreditamos que há muitos públicos com perfis que fogem à regra. 

Aqui vão algumas questões que devem ser levantadas na hora de escolher o horário: 

- Qual a profissão do seu público? Se ele trabalha em escritório, em frente ao computador, as chances de ele ler seu e-mail no horário comercial é maior. Se ele trabalha na rua, academia, consultório, e diversas outras atividades que não exigem estar em frente ao micro no horário comercial, as chances de ele ler seu e-mail depois do expediente são muito maiores. 

- Que tipo de consumidor de internet ele é? Se for um freqüentador assíduo de lojas virtuais, que costuma comprar online ou cadastrar-se em diversos sites de conteúdo, a quantidade de mensagens, relevantes ou não, que ele recebe deve ser imensa. Procure trabalhar uma mensagem adequada ao perfil dele e que se destaque no meio de tanto lixo eletrônico. 

- Qual o cargo do seu público? O horário do almoço (entre 12:00 e 14:00 horas) é bem adequado. Porém, dependendo do cargo do seu público, ele pode oscilar entre verificar sua caixa postal no intervalo do trabalho, ou seja, na hora do almoço ou ele pode verificar quando volta do almoço. Se o seu e-mail possui conteúdo que corresponde ao tipo de trabalho do seu público, durante o expediente (entre 10:00 e 12:00 e entre 14:00 e 16:00 horas) pode ser um bom horário para enviar. 

- Qual o tipo de mensagem que seu e-mail marketing passa? Em newsletters é natural existir um intervalo entre a visualização e as interações (cliques nas notícias) de quem as recebeu. Isso é positivo pois mostra que a newsletter é relevante e que ele a guardou para ler quando tiver tempo. 

- Como é seu relacionamento com o público? Mensagens enviadas periodicamente e com conteúdos adequados ao perfil e necessidade do público alvo, serão sempre melhor recebidas. No meio de tantos e-mails, sua mensagem precisa se destacar. 

Na dúvida de escolher o melhor horário, o ideal é testar. Faça vários disparos em horários diferentes e mensure os resultados. Você pode se surpreender com o comportamento do seu público. 

*“2007 Q3 E-mail Marketing”, foi realizado pela eROI (http://www.eroi.com/)

Fonte: Virtual Target
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |

É o que revela levantamento da Nielsen, que comparou dados globais de abril de 2010; no uso do Facebook, contudo, Pais aparece em 9.ºlugar.

Os internautas do Brasil são os que mais visitaram redes sociais em abril de 2010 na comparação com outros países, de acordo com um estudo divulgado nesta terça-feira (15/6) pela empresa de pesquisas de mercado Nielsen, em seu blog.

Segundo o levantamento, 86% dos usuários ativos de Internet no País acessaram redes sociais. Em segundo lugar no ranking da Nielsen está a Itália (78%) e em terceiro, a Espanha (77%). Japão (75%), Estados Unidos (74%), Inglaterra (74%), França (73%), Austrália (72%), Alemanha (63%) e Suíça (59%) completam a lista.

Em tempo de visitação, no entanto, quem lidera (entre os dez primeiros) é a Austrália, com 7h19min de conexão por mês - no Brasil, esse tempo foi estimado em 5h03min.

Fenômeno Orkut
A Nielsen atribui o sucesso das redes sociais no Brasil ao "fenômeno Orkut", rede social da Google que estreou por aqui em 2004. "Em setembro de 2005, metade da população da Internet brasileira já tinha visitado o Orkut", relembra.

O estudo também levantou o uso global do Facebook em abril. Nesse aspecto, a Itália aparece em primeiro, com 66% de seus usuários ativos presentes na rede social. Austrália (63%) e Estados Unidos (62%) surgem em seguida no ranking, que traz o Brasil em 9.º lugar. No País, a Nielsen afirma que 26% dos internautas visitam o Facebook.

Os números do relatório comprovam a força global das mídias sociais. No mundo, três das maiores marcas online - Facebook, YouTube e Wikipedia - são relacionadas a mídias sociais.

Três quartos dos consumidores em todo o mundo visitam redes sociais ou blogs. O número de visitas a esses sites aumentou 24% em comparação com o ano passado, e o visitante médio gasta 66% mais tempo nesses sites do que há um ano.

O ranking de destinos online mais populares é liderado pelo Google: 82% dos internautas visitam o buscador. Em seguida vêm o MSN/Windows Live/Bing (62%), Facebook (54%), Yahoo! (53%), Microsoft (48%) e YouTube (47%).

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/06/15/internauta-brasileiro-lidera-uso-de-rede-social-em-todo-o-mundo/
Posted by Dayane Iglesias |
Segundo um estudo da Nielsen, que analisou o uso da internet durante o mês de abril deste ano, 22% do tempo gasto na web é investido em redes sociais - isso nao só nos EUA, mas em todo o mundo. Além disso, 75% dos usuários web mundiais visitam um blog ou rede social quando estao online, e o Facebook, YouTube e Wikipedia estao entre as marcas mundiais mais populares. O Brasil também foi destaque na pesquisa - é o país que mais utiliza redes sociais na web.


Fonte: http://mashable.com/2010/06/15/time-spent-online-nielse/
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Pesquisa revela que internautas compram mais de marcas presentes em redes sociais 

Pesquisa realizada pelas empresas Chadwick Martin Bailey e iModerate revelou que mais de 60% dos usuários do Twitter possuem mais interesse em comprar produtos de marcas que seguem na rede. No Facebook, essa porcentagem foi de 50%. Além disso, o estudo ainda mostrou que esses internautas indicam produtos e serviços 80% mais do que os consumidores em geral.

Fonte: Revista PROMO INSIGHTS maio 2010
Posted by Dayane Iglesias |



O momento em que há mais internautas navegando na internet difere do tradicional horário nobre da TV, segundo o estudo Cisco Visual Network Index.  De acordo com o trabalho, o “período de uso intensivo” da internet vai de aproximadamente 21h até a 1h no mundo inteiro. Isso está em contraste com o horário nobre da TV, entre 19h e 23h, na maioria dos mercados globais.
No Brasil, o cenário para a internet mostra-se altamente promissor.  Dentre os países analisados na pesquisa, o Brasil tem uma das mais altas taxas de crescimento previstas. O aumento do tráfego móvel no país será estratosférico até 2013, atingindo um volume 124 vezes maior do que se registrava no final de 2008. Até 2013 o tráfego de vídeo pela internet será 24 vezes maior em comparação ao final de 2008. Até 2013, mais de 200 horas de vídeo irão percorrer a internet a cada segundo, apenas no Brasil. Já o tráfego IP no Brasil irá mais do que dobrar a cada dois anos. Em 2013, será aproximadamente nove vezes maior do que era no final de 2008.
Posted by Dayane Iglesias |

Fonte: http://www.penn-olson.com/
Posted by Dayane Iglesias |
Uma das necessidades humanas é a aceitação social! Este conceito embasa o crescimento exponencial das mídias e redes sociais. Um grupo considerável de pessoas, principalmente jovens,  objetivam algo mais do que navegar na internet como mero expectadores passivos, mas sim, possuem uma demanda latente em participar  e interagir de alguma forma, além de serem vistas e usufruirem de certo grau de popularidade na rede.
farmville
Esse argumento é facilmente evidenciado no crescimento exponencial dos chamados “jogos sociais”, ou seja, jogos interativos em redes, tais como, os RPG, games on line e mais recentemente, os games incluídos em redes sociais como facebook e orkut, por exemplo. Aproveite e assista excelente reportagem do programa Olhar Digital, abaixo.


Fonte: Olhar Digital
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |
Posted by Dayane Iglesias |

Uma pesquisa desenvolvida pela Predicta e Multifocus aponta como a mulher brasileira de baixa renda se relaciona com a Internet. O estudo concluiu que mulheres donas-de-casa da classe C, de 25 a 49 anos, acessam a internet mais que o imaginado.

Em 11 dias de pesquisa, foram registrados 94.250 acessos em 2.700 URLs diferentes, e constatou-se que 40% das mulheres passam mais de duas horas por dia conectadas; 83% se conectam todos os dias; 86% participam de alguma rede social; 33% consideram a Internet um passatempo melhor do que a televisão; 78% se sentem mais globalizadas na Web; 15% chegam a se sentir mais inteligentes.

Desses acessos, 44% ocorreram em páginas de relacionamento; 38% em sites de informação; 10% em entretenimento; 6% em e-commerce e 2% em serviços. Analisando as URLs acessadas percebe-se que, em sites de relacionamento, as redes sociais respondem por 94% dos acessos, sendo o Orkut o mais visitado. O acesso a chats foi significativamente menor, com somente 5%, e os blogs registraram 1%.

Outro dado é que nos sites de busca de informação, apenas 34% dos acessos são para enviar ou receber e-mail, o que mostra a força dos contatos imediatos presentes nas redes sociais.
Apenas 10% da procura por informações foram em portais, jornais e revistas, enquanto que "buscadores" foram responsáveis por 56% das visitas. Já nos acessos a serviços, Internet Banking foi responsável por 23% das visitas em portais de prestação de serviços, mas perdeu para a busca por emprego, que respondeu por 54% das URLs nessa categoria.

Segundo Claudia Woods, diretora de serviços da Predicta "antes, analisávamos para as empresas como os internautas se comportavam dentro do site delas ou mediante campanhas. Agora mostramos como eles interagem com todo o universo online e o que pensam dele".

A pesquisa foi realizada durante 11 dias corridos (16 a 27 de dezembro de 2009), com 50 donas-de-casa com Internet em domicílio, de 25 a 49 anos, residentes em São Paulo e com renda familiar de até 10 salários mínimos, ou seja, nível sócio-econômico C.

Essa faixa de renda foi escolhida porque as famílias nesse patamar foram as que mais impulsionaram o crescimento da Internet, desde 2003, quando eram 2.165 domicílios até 2008, com 8.775 domicílios conectados, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD 2008), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Todas as participantes receberam um usuário e senha para se logar nesse período, num site exclusivamente desenvolvido para esse produto, de modo que a navegação de outros membros da família não alterasse os resultados. Além disso, responderam a um questionário online por dia e ao final se submeteram a dois dias de chats.

Não é novidade e já se tornou rotineiro ver artigos sobre o sexo feminino crescendo em participação dentro da sociedade de diversas formas, isto vem mostrar o quando as coisas evoluíram e o quanto de espaço elas conquistaram, e isto é só o começo. O grande desafio do marketing e da publicidade agora é encontrar soluções e planejar estratégias par conseguir se aproximar deste publico, que com certeza tem muito potencial para o consumo.

Fonte: AdNews
Posted by Dayane Iglesias |
Dados atualizados de maio/2010 publicados na Revista Época
Posted by Dayane Iglesias |

Ainda no modo beta, o Google traz para o Brasil a ferramenta Remarketing. O produto, que é integrado ao Google Adwords, está sendo testado com alguns parceiros do Google.
Como funciona? Segue, abaixo, um bom exemplo dado pelo Brainstorm#9
Digamos que você é dono de um hotel. Alguém entra no seu site, pesquisa por quartos de luxo, mas acaba abandonando antes de fazer uma reserva. Essa informação fica gravada em um cookie no computador do usuário.
Mais tarde, quando o visitante entra em um outro site com conteúdo relacionado, sobre viagens, por exemplo, o Google reconhece esse usuário e exibe um anúncio do seu hotel”.
A ferramenta pretende otimizar ainda mais a potencialidade dos anúncios de links patrocinados através do “taggeamento” dos usuários. De acordo com os criadores. o fato de uma pessoa abandonar uma página de compra, não significa, necessariamente, que ela tenha perdido o interesse pelo que procurava.
Pensando nisso, o Remarketing atua de forma assertiva anunciando para a pessoa que já manifestou um interesse em um determinado produto, marca, assunto etc.
Como sempre, ainda há uma discussão sobre a quebra da privacidade do usuário através do uso do Remarketing, algo comum quando o assunto é marketing baseado em comportamento. Para evitar problemas, existe uma opção que permite que qualquer usuário desabilite a exibição de anúncios contextuais.
Fonte: http://papercliq.com.br/blog/google-remarketing/
Posted by Dayane Iglesias |
A JWT Intelligence, divisão de inteligência da JWT -, colocou o Brasil, a Índia e a China entre os mercados de comunicação e tecnologia a serem observados de perto em 2010. Em uma postagem recente, demonstrou essa tendência com mais uma fonte de dados. Um estudo da Accenture sobre os “millenials” e o mercado de trabalho mostra apresenta dados como os observáveis no gráfico abaixo. Entre os 13 países pesquisados, China, Índia e Brasil se destacam junto aos Estados Unidos e à frente de países europeus no uso de ferramentas digitais de comunicação.


Fonte: http://papercliq.com.br/blog/brasil-india-e-china-lideram-uso-de-tecnologias-da-informacao-no-trabalho/



Posted by Dayane Iglesias |
Recente pesquisa publicada na MarketingChart revelou que usuários de Twitter, o site de rede social do momento (e do futuro) são, em média, duas vezes mais ativos em fazer resenhas e dar notas à produtos online, visitar perfis de empresas e clicar em anúncios. Esses dados foram comparados a usuários de outros tipos de sites de redes sociais.





Posted by Dayane Iglesias |

A eMarketer – empresa especializada em análise de marketing digital e mídia – lançou, recentemente, dados sobre a atividade publicitária em redes sociais. Segundo a empresa, em 2011 metade dos internautas adultos e 84% dos internautas adolescentes nos EUA serão usuários de redes sociais.
Acompanhe, abaixo, o gráfico de investimento publicitário em redes sociais “Worldwide Online Social Network Advertising Spending 2006-2011” (millions and % change).

Posted by Dayane Iglesias |

O mercado da comunicação digital, especialmente o mercado publicitário, avança a passos largos no Brasil. O projeto Inter-Meios mostrou que, no primeiro semestre de 2009, o investimento publicitário na internet cresceu nada menos que 22,8%. Nos outros meios houve queda ou crescimento menor (TV Aberta cresceu 4%, por exemplo). O fator “busca por informações” na Internet foi um dos motivos para a maior queda entre todas: Guias e Listas perderam 16% do investimento.
A fatia da Internet do bolo publicitário total chegou a 4%. Ainda é um número pequeno se comparado a outros países, que já chegam a ultrapassar os 10%, mas mostra que os 65 milhões de internautas estão sendo cada vez mais buscados pelas empresas. Essa demanda também tem gerado, principalmente nos dois últimos anos, o crescimento do número de agências digitais.
Relatorio da ABRADI (Associação Brasileira de Agências Digitais) levantou mais de 2.200 agências digitais brasileiras. Entre os principais dados, que podem ser vistos abaixo, destaque também para a quantidade de funcionários. Predomina o modelo de agências pequenas com até 20 funcionários.

Fonte: ABRADI (Associação Brasileira de Agências Digitais)
Posted by Dayane Iglesias |
Infográfico feitos pela Flowtown mostra quem está usando quais sites nas mídias sociais. Veja abaixo:

Posted by Dayane Iglesias |

Elas são redondinhas, possuem carinhas, recheios deliciosos, embalagens coloridas e personagens capazes de encantar e seduzir qualquer criança. As bolachas TRAKINAS são uma grande diversão para a garotada.
-
A história
A TRAKINAS foi lançada no mercado brasileiro em 1988 pela empresa americana Nabisco, sendo a primeira marca de biscoitos voltada para um público infantil no Brasil. O pioneirismo da marca nessa categoria de mercado levou ao lançamento de novidades: bolacha com furinhos, carinhas divertidas, enriquecidas com vitaminas e a primeira a introduzir a embalagem lanchinho, pesando 93 gramas. Lançamentos chaves também foram importantes para o sucesso da marca, mantendo sua posição de liderança e surpreendendo seus consumidores com produtos inovadores como a Trakinas Mais Mais, com mais recheio; e a Trakinas Meio a Meio (morango, chocolate e baunilha), com metade de um sabor e metade de outro, o que valeu o prêmio de melhor lançamento de produto concedido pela Kraft Foods International.
- 
- Com a compra da Nabisco pela poderosa Kraft Foods em 2000, o produto foi re-lançado no mercado com mudança de embalagem (muito mais impactantes), novo posicionamento e produtos, se tornando uma grande diversão para a criançada. As campanhas publicitárias sempre traziam situações de interação entre as crianças e suas famílias, em associações com esperteza, traquinagem e vitalidade, que personificam a marca e seus consumidores. Com a conquista da liderança de mercado, a marca vem constantemente lançando novos e surpreendentes produtos como em 2003 quando as carinhas ganharam novos formatos (alto relevo) e novos desenhos (10 novas carinhas) com a introdução do TRAKINAS Super Carinhas, tornando a marca mais irreverente ainda e com apelo maior junto à garotada.
- 

- O sucesso da marca TRAKINAS fez com que sua página na internet se tornasse uma das 10 melhores do Ibest em 2004. E esse sucesso enorme levou a empresa a diversificar sua linha de produto para outros segmentos, introduzindo no mercado ovos de páscoa, onde a marca rapidamente se tornou uma das líderes de mercado, e chocolates em barra (com deliciosos pedacinhos da bolacha). Os ovos infantis da marca, que traziam brindes inéditos e exclusivos, se tornaram uma das grandes vedetes dentro da linha de produtos da Kraft Foods. Isto porque, além da força da marca TRAKINAS, os ovos traziam inovações nos brindes como: Trakisom, primeiro brinquedo eletrônico da Páscoa que emitia três sons, como uma divertida gargalhada e um grito; Trakiphone, brinquedo com jato d’água que simulava um telefone celular de verdade; e Trakipum, uma almofada inflável que emitia sons.
- 
- A linha do tempo
2001
 Lançamento do Trakinas colorido, uma inovação no mercado brasileiro.
 Lançamento do Trakinas Mais Mais, bolachas com o dobro do recheio.
 Lançamento do Trakinas Meio a Meio, com recheio de dois sabores.
2002
 Lançamento do TRAKINAS com sabores de frutas e com recheio e casquinha coloridos. 
2003  Lançamento do Trakinas Super Carinhas, uma linha de bolachas com novas carinhas, embalagens e produtos.
 Lançamento do Ovo Trakinas, que vinham com um brinquedo dentro, expandindo a marca para outro segmento de mercado.
2004
 Lançamento do Trakinas Power, biscoitos enriquecidos com vitaminas e cálcio.
2005
 Lançamento do Mini Trakinas, biscoito recheado com as famosas carinhas divertidas em alto relevo, com apenas 2.5cm de diâmetro. O produto está disponível nos sabores chocolate e morango, e em práticas embalagens de 40g e 120g, ideais para o consumo fora de casa. 
2006  Lançamento do Trakinas Trakmix, biscoito doce seco (sem recheio) que apresenta redução de açúcares, 0 gramas de gorduras trans na porção e alta presença de fibras alimentares em sua fórmula. Além do perfil nutricional diferenciado, o produto tem um caráter lúdico. Trata-se de uma espécie de quebra-cabeças com peças - corpinhos e cabeças - feitas de biscoito, possibilitando que as crianças usem a criatividade para montar os personagens.
2007
 Lançamento do chocolate em barra recheado Trakinas, disponível nos sabores morango e chocolate com pequenos pedacinhos da tradicional bolacha. Para agradar as crianças, todas as embalagens individuais vinham com um adesivo colecionável, as "Traki Pegadinhas", somando 25 charadas diferentes.
2009
 Lançamento da Trakinas Gela Boka, bolacha recheada que causa a sensação de gelar a boca. ,
2010
 Lançamento da Trakinas com farinha integral
- 
A evolução visual
Recentemente o logotipo da marca passou por uma grande remodelação, que manteve a imagem super colorida, mas ganhou como característica principal o formato de uma mordida em cima da letra T. 
-

Dados corporativos
● Origem: 
Brasil ● Lançamento: 1988 ● Criador: Nabisco
● Sede mundial: 
São Paulo, Brasil ● Proprietário da marca: Kraft Foods
● Capital aberto: Não
● Presidente: Marcos Grasso (Kraft Foods Brasil)
● Faturamento: 
Não divulgado ● Lucro: Não divulgado ● Presença global: 16 países
● Presença no Brasil: 
Sim ● Segmento: Alimentos
● Principais produtos: 
Bolachas e chocolates ● Ícones: As carinhas nas bolachas
● Slogan: 
O biscoito que é a sua cara. ● Website: www.trakinas.com.br
- 
A marca no mundo
A linha de bolachas recheadas TRAKINAS é a líder no mercado nacional com cerca de 16% de participação, estando presente em aproximadamente 16 países ao redor do mundo, tendo como maiores mercados, além do Brasil, Argentina e China. A TRAKINAS investe muito em marketing, além de criar uma página da Internet voltada especificamente para o público infantil, responsável pelo consumo de 2/3, a marca também aparece em revistas em quadrinhos contando histórias de travessuras. 
-
-
 
As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Veja, Exame e Época Negócios), sites especializados em Marketing e Branding, e Wikipedia (informações devidamente checadas). 
Fonte: http://mundodasmarcas.blogspot.com/